Dia Nacional do Sistema Braille: para saber mais sobre o assunto 

Fonte: Pexels. Créditos: Nataliya Vaitkevich

 

Por Elsa Villon

 

O Dia Nacional do Sistema Braille é comemorado em 8 de abril em celebração ao nascimento de José Álvares de Azevedo, primeiro professor cego e responsável por trazer o sistema ao Brasil. 

 

Criado pelo francês Louis Braille, a versão mais conhecida data de 1837. Em 1897, o norte-americano Frank H. Hall incluiu os avanços da escrita com a criação de uma máquina braile, com sete teclas que formam as letras, números e outros sinais. 

 

O Brasil foi o primeiro país da América Latina a adotar o sistema, na antiga Escola Imperial dos Meninos Cegos, na cidade do Rio de Janeiro, em 1854, passando a publicar livros em braile.  

 

Para abordar mais sobre o sistema tátil, muito utilizado para a alfabetização de crianças com deficiência visual em idade escolar, selecionamos alguns conteúdos da nossa biblioteca virtual e do portal DIVERSA que tratam do assunto. Confira a relação abaixo: 

 

Professor de Santos promove inclusão por meio de projetos acessíveis
Projeto “Santos às Cegas” traz réplicas de pontos turísticos da cidade em 3D com informações em braile e inclui passeio de bicicleta inclusivo. 

 

Portaria nº 554 de 2000 – Regulamento Interno da Comissão Brasileira de Braille
Regulamento que diz respeito ao uso e a difusão do sistema Braille em todas as modalidades de aplicação, compreendendo a língua portuguesa, a matemática e outras áreas exatas, a música e a informática. 

 

Cartilha EE Na Perspectiva da Inclusão Escolar – 03 Os Alunos Com Deficiência Visual (Baixa Visão e Cegueira)
O material traz diversos aspectos a serem considerados na educação de estudantes com deficiência visual, com um tópico dedicado ao sistema braile para a alfabetização. 

 

Projeto desmistifica braile e elimina barreiras
O relato de experiência de educadores de Santo André, no ABC Paulista, fala sobre projeto interdisciplinar que trabalhou com o sistema de escrita na Escola Estadual Professora Inah de Mello. 

 

Jovens viram professores de braile para promover inclusão escolar no RS
Estudantes se uniram para aprender braile com a chegada de um colega cego e passaram a ensinar a forma de comunicação em um projeto inclusivo para a comunidade. 

 

Material para a alfabetização de jovens e adultos estimula a participação de todas e todos
Relato de experiência de educadores que traz a elaboração de um material pedagógico acessível para a alfabetização de jovens por meio do braile. 

 

BLOG

MAIS LIDOS

BIBLIOTECA VIRTUAL
Veja na Biblioteca Instituto Paradigma
PERGUNTE
PERGUNTE