A deficiência como expressão da diferença

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Baixar arquivo em PDF

DESCRIÇÃO:

Este trabalho destaca o debate sobre as diferenças que dá fundamento às propostas inclusivistas na contemporaneidade. Tomamos como referenciais fundamentais estudos que não consideram ser a deficiência uma condição estática, natural e definitiva, posto que ela está inscrita nas relações e interações que determinam seu entendimento na  sociedade. É, portanto, uma diferença que emerge no processo de produção da existência dos povos, em locais e momentos históricos distintos, assim como são, nesse sentido, as diferenças étnicas, os códigos lingüísticos ou as crenças religiosas. Em síntese, a diferenciação e individuação que dão substância à emancipação humana ainda são promessas, pois o indivíduo que se diferencia é um outro negado socialmente, freqüentemente perseguido para ser moldado, incluído e adaptado.

ANO:

2006

FORMATO:

PDF

AUTORA:

Luciene Maria da Silva

FONTE:

Scielo Brasil