Artigo – Classe Regular X Classe Hospitalar

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Baixar arquivo em PDF

DESCRIÇÃO:

Este texto tem como objetivo pontuar questões consideradas relevantes sobre as possíveis articulações entre a pratica pedagógica em classes hospitalares e a
escola/regular onde a criança está matriculada. Parte-se do pressuposto de que embora haja um certo desconhecimento sobre essa modalidade da Educação
Especial denominada de Classe Hospitalar, varias políticas publicas afirmativas sobre inclusão foram elaboradas, contemplando-a. Daí decorrem algumas formulações teórico-metodológicas. Porem observa-se uma lacuna em termos de estudos que se ocupem com a explicitação das interfaces entre a prática pedagógica escolar e o trabalho pedagógico em ambiente hospitalar. Estudos sobre a validade do atendimento da classe hospitalar (Fonseca, 1996; Fonseca e Ceccim, 1999) mostram não só os benefícios para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças como também na diminuição do tempo de internação hospitalar. Outro fator que contribui para essa validade e a possibilidade de se detectar dentre as crianças que frequentam a classe hospitalar aquelas que apesar de estarem em idade escolar, já abandonaram ou nunca foram à escola regular.

FORMATO:

PDF

AUTORES:

Tyara Carvalho de Oliveira.
Estudante de Pós-Graduação do Curso de Educação Inclusiva da Universidade Candido Mendes/RJ e Ex-Bolsista da FAPERJ.

Profª. Drª. Amélia Escotto do Amaral Ribeiro, UERJ/FEBF e INES.

FONTE:

ACERVO INSTITUTO PARADIGMA.

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao navegar por nosso site. Ao continuar utilizando nosso site, entenderemos que você concorda com nossa Política de Privacidade.