Convenção da Guatemala, De 1999 – Convenção Interamericana

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin


Baixar arquivo em PDF

DESCRIÇÃO:

Os Estados Partes nesta Convenção:

Reafirmando que as pessoas portadoras de deficiência têm os mesmos direitos humanos e liberdades fundamentais que outras pessoas e que estes direitos, inclusive o direito de não ser submetidas a discriminação com base na deficiência, emanam da dignidade e da igualdade que são inerentes a todo ser humano;

Considerando que a Carta da Organização dos Estados Americanos, em seu artigo 3, j, estabelece como princípio que “a justiça e a segurança sociais são bases de uma paz duradoura”;

Preocupados com a discriminação de que são objeto as pessoas em razão de suas deficiências;

Tendo presente o Convênio sobre a Readaptação Profissional e o Emprego de Pessoas Inválidas da Organização Internacional do Trabalho (Convênio 159);

A Declaração dos Direitos do Retardado Mental (AG.26/2856, de 20 de dezembro de 1971);

A Declaração das Nações Unidas dos Direitos das Pessoas Portadoras de Deficiência (Resolução nº 3447, de 9 de dezembro de 1975);

O Programa de Ação Mundial para as Pessoas Portadoras de Deficiência, aprovado pela Assembléia Geral das Nações Unidas (Resolução 37/52, de 3 de dezembro de 1982);

ANO:

1999

FORMATO:

PDF

AUTORES:

Secretaria-Geral da Organização dos Estados Americanos.

FONTE:

ACERVO INSTITUTO PARADIGMA.

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao navegar por nosso site. Ao continuar utilizando nosso site, entenderemos que você concorda com nossa Política de Privacidade.