Skip to content

Desenho Universal para Aprendizagem na promoção da educação inclusiva: uma revisão sistemática

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Baixar arquivo em PDF

DESCRIÇÃO: 

Para promover práticas pedagógicas inclusivas, o Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA) tem sido referenciado como uma proposta que evidencia princípios orientadores para o planejamento de ensino que visa satisfazer as necessidades de aprendizagem dos alunos.  

O presente estudo teve como objetivo caracterizar a aplicação do DUA com vistas a favorecer o processo de inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais (NEE) a partir de uma pesquisa bibliográfica nas produções de língua inglesa.   

Para tanto, foram empregadas as etapas da revisão sistemática por meio da busca dos termos “Universal Design for Learning” e “inclusion” no Portal de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Educational Resources Information Center (ERIC) e Scientific Electronic Library Online (SciELO).  

O levantamento resultou em 31 produções acadêmicas sobre o tema. Após leitura exaustiva das obras organizou-se os dados em cinco categorias: 1) Contribuições teóricas e metodológicas do DUA para o ensino inclusivo; 2) Utilização de recursos tecnológicos subsidiada pelo DUA; 3) Formação de professores com base nos princípios do DUA; 4) Processo de inclusão de alunos com NEE a partir das proposições do DUA; 5) Implementação do DUA na organização da prática pedagógica e no ensino de conteúdos curriculares específicos.  

Esta pesquisa possibilitou caracterizar os encaminhamentos possíveis de efetivação do DUA na promoção da educação inclusiva, desde a formação docente à prática pedagógica inclusiva. Além disso, possibilitou identificar pesquisas que apresentam as potencialidades do DUA como proposta didática que favorece o acesso à aprendizagem a todos os alunos. 

ANO: 

2020 

FORMATO: 

PDF 

AUTORAS: 

Jacqueline Lidiane de Souza 
Jorama de Quadros Stein 
Célia Regina Vitaliano 

FONTE: 

Revista Exitus 

Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência ao navegar por nosso site. Ao continuar utilizando nosso site, entenderemos que você concorda com nossa Política de Privacidade.